Deixa o sol entrar


Deixa o sol entrar

É tempo de Flo Rir.

As flores desabrocham de dentro pra fora. Se abrem para o novo. Para a luz.

É setembro…

tempo de florescer, vir pra fora.

Abra a janela do seu coração.Todo final aponta para um recomeço. Toda morte para o renascimento.

Precisamos nos preparar e nos vestir de expectativas boas e alegrias. A alegria genuína nos blinda do medo, da ansiedade e da angústia.

É Setembro…

Deixa brotar. Despertar.

Vista-se com flores, louvores, com sol…com fé, com família, com amigos. Seu tempo é hoje. Agora.Há uma urgência na felicidade verdadeira. Parar e escutar passarinho cantar e ver Arco-íris na janela.

Há uma urgência na reconciliação. No perdão.No simples. No comum. No real. No expontâneo. No instante. Na vida.

É setembro…

Voltar a Ser criança em alguns momentos. Relembrar as brincadeiras infantis, pular corda e elástico; se esconder embaixo da cama; assistir “Sítio do pica pau amarelo” ; cheiro de café passado na hora, bolo de fubá com erva doce, manga madura no pé…cheiro de afeto.

Como diz a linda canção de Beto Guedes :

“Quando entrar setembro

E a boa nova andar nos campos

Quero ver brotar o perdão

Onde a gente plantou juntos outra vez

Já sonhamos juntos

Semeando as canções no vento

Quero ver crescer nossa voz

No que falta sonhar

Já choramos muito

Muitos se perderam no caminho

Mesmo assim, não custa inventar

Uma nova canção que venha nos trazer

Sol de primavera

Abre as janelas do meu peito

A lição sabemos de cor

Só nos resta aprender…”

Sol de primavera.(…)

É setembro….tempo de flores, cores e amores.

Texto: Cristina Weller


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo