Hóspedes indesejados

Aqui em casa temos dois hóspedes muito conhecidos. O “ eu sei ” e o “ ninguém”. É mais ou menos assim:

“Menino , desliga a cafeteira assim que fizer o café. “ E a resposta

é sempre : “ eu sei “. Só que ele esquece de desligar. “Menino, não deixe a porta da geladeira aberta.” E a resposta mais uma vez: “ eu sei, mãe. “ E adivinha o que acontece? A geladeira fica aberta.

O outro hóspede é o “ninguém” quando algum objeto aparece quebrado. “Quem quebrou essa xícara? “O silêncio invade a casa. E logo meu marido grita do quarto: foi o “ ninguém “ de novo. E começamos a rir.

O que aprendemos com esses dois hóspedes indesejados. Com o primeiro aprendemos que toda vez que ouvimos uma instrução e logo respondemos que já sabemos, o “ eu sei” é inimigo da ação, aprendizado, denota arrogância e falta humildade.

Já o segundo hóspede , o “ ninguém” é quando cometemos um erro e não assumimos. E Isto demonstra falta de autorresponsabilidade.

É quando experienciamos que “ o combinado não sai caro” pra ninguém. Por isso, a importância dos acordos e comunicação em casa e nos relacionamentos.


Conversem, falem, até o óbvio precisa ser dito.


Texto: Cristina Weller

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo